fbpx
A VIRTUDE DA ORDEM – ORGANIZANDO UM ESTUDO EFICIENTE

A VIRTUDE DA ORDEM – ORGANIZANDO UM ESTUDO EFICIENTE

A DIMENSÃO FILOSÓFICA, ÉTICA E METODOLÓGICA DA ORDEM NA REALIDADE, NA VIDA E NO ESTUDO

Evento: Dialetico.com.br

Local e data: Miniauditório do Ed. Village Office, 17.set.2016

Professor: Victor Sales Pinheiro

Plano da Palestra: A virtude da ordem – organizando um estudo eficiente

  1. FILOSOFIA: Ordem da realidade (KosmosPhysis)
  2. Mundo como espaço organizado, harmonizado, equilibrado, unificado
  3. Filosofia clássica e cristã: “Logos”, princípio ordenador (Deus)
  4. Existência: ordenação
  5. Unidade de uma multiplicidade
  6. Hierarquia
  1. ÉTICA: Ordenar a vida
  2. Virtude – Ética Clássica

1.1.Hábitos enraizados no caráter que alcançam os fins (    diferente do

temperamento)

1.2. Costume (diferente da rotina)

1.3. Educação: formação moral do caráter

1.4. Virtudes cardeais (Santo Tomás de Aquino)

1.4.1. Temperança, Fortaleza, Prudência e Justiça

1.4.2. Ordenar esses bens

  1. Ética individual e social (Política)

2.1. Homem deve ordenar a sua vida

2.2. criado à imagem e semelhança de Deus

2.3. hierarquizar, priorizar, subordinar, equilibrar, harmonizar – unificar (corpo, partes desiguais e interdependentes)

2.4. Objetivos de vida: bens

  1. Estudo é um meio ou um fim
  2. Motivação do estudo

4.1. Interior, pessoal – “vida intelectual” (Sertillanges)

4.2. Exterior, social, profissional, econômica

  1. Estudo

5.1. Institucional: passivo, obedecer ao que é exigido – provisório: prazo

5.2. Autodidata: leitura, – permanente: vitalício

  1. Eficiência no estudo depende de fatores extraintelectuais

6.1. Não há determinismo intelectual

6.2. Estudo é o exercício e a atualização da faculdade da inteligência

6.3. Estudo virtuoso é o ordenado, que depende de uma vida ordenada

6.4. Antropologia

6.4.1. Física (Corpo): Sono, alimentação e exercício físico

6.4.2. Psíquica (Alma): Emoções, afetos e paixões

6.4.3. Espiritual (Espírito): contato com Deus

6.5. Inteligência humana de desenvolve numa pessoa ordenada

  1. Meio: autodomínio: disciplina, constância
  2. Fim: paz é a tranqüilidade, serenidade na ordem

8.1. Satisfação no cumprimento dos deveres planejados, agendados

8.2. Espírito de compromisso: foco, meta a longo prazo

8.3. Estar inteiro em cada coisa: “Faz o que deves, e está no que fazes” (S. Josemaria Escrivá)

8.3. Ansiedade (expectativa do futuro): não se afobar, apressar, pré-ocupação (antecipação mental)

8.4. Nostalgia (preso ao passado)

  1. Pessoa desordenada: confusa, caótica, atrasada, dispersa, volúvel, improvisada, preguiçosa, voluntarista, caprichosa, entediada, cansada, resmunguenta, reclamona, imprevisível

9.1. Atrapalha os outros e a si mesmo

9.2. Boicota-se a si mesmo: não cumpre seus prazos, não honra a sua palavra consigo mesma

9.3. Não faz o que quer: tem uma vontade fraca

9.4. Grandes líderes são os que lideram a si mesmos, os que têm princípios fortes o suficiente para obedecê-los e fazer com os outros os obedeçam

  1. Ordem fundamental é a interior

10.1. que se reflete no exterior (corpo, roupa, objetos de trabalho)

10.2. reflexão constante sobre os princípios e metas: sabe o que quer

  1. Ordenar é priorizar, subordinar e hierarquizar (Francisco Almeida, A virtude da ordem)

11.1.Religião – virtude da piedade

11.2.Família – virtude do amor e amizade

11.3.Trabalho – virtude da laboriosidade

11.4. Sociedade – virtude da convivência, amizade

11.5.Descanso: esporte e cultura – virtude do relaxamento, bom-humor      (espirituosidade), alegria  (Aprender a descansar, Fernando Sarrás; Ed. Quadrante)

  1. Organizar o tempo não é perda de tempo

12.1. Dever imediato

12.2. Seqüência

12.3. Ser realistas na avaliação do tempo

12.4. Fazer bem feito e concluir

12.5. Metas diárias, semanais, mensais, anuais, …  AGENDA E LISTAS

12.6. Método: previsão, planejamento

12.7. Precaver-se dos imprevistos (não se desesperar) – cuidado com os       prazos

12.8. verificar o planejamento e revisá-lo –    balanço diário e semanal das    metas cumpridas

  1. Ordem material dos livros, cadernos, fichários, gavetas, …

13.1. Ambiente de trabalho deve ser o mais organizado possível

13.2. Perda de tempo procurando as coisas perdidas

  1. Concentração e interrupções

14.1. Involuntárias e incoercíveis

14.2. Voluntárias e dispersivas: WhatsApp, Internet, Telefone, …

  1. Virtude da pontualidade: hora de começar e acabar as coisas

Disciplina: desde a hora de levantar-se até a hora de dormir

 

III. METODOLOGIA: Ordenar as ideias e o estudo

  1. Método platônico: dialética

1.1. Capacidade de síntese (reunir) e análise (dividir)

1.2. Tema central, subtemas – grandes categorias (Disciplinas gerais e particulares)

1.3. Memória – associação, articulação; sempre mobilizar tudo o que se sabe

  1. Método de assimilação (sugestões práticas):

2.1. Recepção ativa – acompanhar o autor

2.1.1. Assistir a uma aula ou a um filme

2.1.2. Ler um livro

2.1.3. Notas de palavras-chave (não necessariamente frases completas)

2.1.4. Numerar (ordem lógica, sequencia)

2.2. Revisar as notas

2.2.1. Reler (ou escutar a gravação de uma aula) e acompanhar pelas notas a linha de raciocínio

2.2.2. Revisão constante (até dispensar as notas)

2.3. Escrever e falar

2.3.1. Ato hermenêutico de interpretação e recepção – diálogo

2.3.2. Fusão de horizontes

  1. Importância de modelos

3.1. Inteligência é mimética

3.2. Aprender a pensar com os bons pensadores

 

  1. Bibliografia

ALMEIDA Francisco José de. Virtude da ordem. São Paulo: Quadrante.

ESCRIVÁ, São Josemaria. Sulco. São Paulo: Quadrante.

LIBANIO, João Batista. Introdução à vida intelectual. São Paulo: Loyola.

SARRÁIS, Fernando. Aprender a descansar. São Paulo: Quadrante.

SERTILLANGES, A.-D. A vida intelectual. São Paulo: É Realizações.

Sobre este tema, leia o artigo A virtude da ordem.

Deixe uma resposta

×
×

Carrinho